C?o do Dia & Cia

Sorocaba, Sexta, 15 de Novembro de 2019

Aqui todo Pet é especial!
Pet do Dia
Envie a foto de seu Pet
Pet procura Amor e Carinho
Feiras de Animais e Eventos
Sugestões para nomes de filhotes de Cão
Lista de Pet-Shops, Veterinários, Canis, Hoteis para cães, Canis, ONGs e outros
Tire suas dúvidas com os profissionais cadastrados no site
Artigos sobre Animais
Guia de Raças de Cães
Fotos dos Pets Anteriores
Verifique aqui os pets que se perderam de seus donos
Pet a procura de namoro
Classificados de Empregos (Vagas e Candidatos)
Classificados para Compra/Venda/Doações

Guia de Raças de Cães Gatos e outros Animais

Espécie
Países de Origem
Classe da Raça
Pesquisar por
 
Páginas | 1
Cães
Cães de tipo Pinscher e Schnauzer, Molossóides e Cães de Montanha, e Boieiros Suiços
Molossóides - Dog e Montanha
Raça/Origem Nome Original Foto Criadores
Dogue Argentino

Argentina
Dogo Argentino 
Tango-nosources.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência (desde dezembro de 2009)
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto ou em notas de rodapé. Encontre fontes: Google ? news, books, scholar, Scirus
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto.
Dogo argentino
Dogue argentino
Nome original
Outros nomes
Dogue argentino
País de origem
Flag of Argentina.svg Argentina
Padrão FCI
Grupo: 2
Seção: 2.1
Molossóides tipo dogue
Número #292 - 29/01/1999
Não é reconhecida oficialmente
Esta raça está extinta
Variedades
Notas

O Dogo argentino é um cão de guarda originado da região de Córdoba, fruto do grande esforço de Antonio Nores Martínez, auxiliado por seu irmão Agustin Nores Putrinez, que em 1928 estabeleceu o padrão da raça. Apenas em 1950 a Federação de Cinofilia Argentina reconheceu a raça. Atualmente é a única raça reconhecida de cães com origem da Argentina. Em busca de um cão que fosse invencível nas rinhas e insuperável na caça de javalis e pumas, selecionaram dez raças, sendo o cão "base" o Viejo Perro de Pelea Cordobés, raça hoje extinta mas que na época era muita popular nas brigas entre cães.

Atualmente o Dogo argentino desempenha outras funções além da caça, como guarda, guia de cegos e busca e salvamento, além de ser muito utilizado como cão de polícia em países como Argentina, México, Estados Unidos, Holanda e Israel.

É um cão valente e corajoso, mas extremamente equilibrado, sendo aclamado por criadores e proprietários como um cão não feroz. Dedicado e sempre interessado em todas as atividades da família, é sensível e inteligente o bastante para reconhecer as pessoas que não fazem parte do círculo familiar, e ainda assim, permitir que elas possam integrar e participar da vida dos seus donos, sendo extremamente tolerante com crianças.

De coloração inteiramente branca, sendo permitida até uma mancha preta em volta dos olhos que não cubra mais de 10% de toda a cabeça, espanta pela rusticidade e porte de poderio.

Um dos melhores dogos da história, "Indio Del Litoral"
Araucano.jpg

Informações gerais

Cães usados na seleção genética para o desenvolvimento do Dogo Argentino: Viejo Perro de Pelea Cordobés, Dogue Alemão, Boxer, Bull Terrier, Dogue de Bordéus, Pointer, Buldogue Inglês, Cão de Montanha dos Pirenéus, Mastim Espanhol, Wolfhound Irlandês.

Altura exigida pelo padrão vigente da raça:

  • Para as fêmeas: 60 a 65 cm.
  • Para os machos: 60 a 68 cm.

Peso

  • 37 a 45 kg.
  • O peso geralmente varia, ficando acima de 50 quilos. O importante é que o exemplar seja harmônico.

Crânio:

  • massudo, convexo, longitudinal e transversalmente, em razão do relevo muscular dos mastigadores e da nuca.

Focinho:

  • de comprimento igual ao do crânio, assim, o stop está situado na metade da distância do occipital à ponta do focinho(1). (Separamos crânio e focinho, mas é o conjunto de ambos que define a tipicidade da cabeça do Dogo pertencendo ao tipo mesocefálico, devendo delinear um perfil convexo/ côncavo: o crânio convexo pelo relevo da inserção dos músculos mastigadores, clássico do crânio de cão de presa do tipo mastigador e do focinho, ligeiramente côncavo e arrebitado, próprio do cão de excelente olfato, o que, em resumo, significa que o Dogo Argentino tem crânio de mastigador e focinho de farejador, uma integração funcional, reunindo faro alto (ventor) e exímio mordedor. Arcos zigomáticos bem afastados do crânio, formando uma fossa temporal ampla, para a cômoda inserção do músculo temporal, um dos principais mastigadores).

Olhos:

  • escuros ou cor de avelã. Pálpebras com orlas pretas ou claras. Inseridos bem separado, de expressão esperta e inteligente, mas, ao mesmo tempo, com marcante dureza. (Os olhos claros ou pálpebras vermelhas reduzem a pontuação. A desigualdade de cores - sarcos - é falta desqualificante).

Cor

  • completamente branco. Toda e qualquer mancha de cor deve desqualificar o exemplar por ser uma característica atávica. (Os brancos com a pele muito pigmentada de preto, devem ser considerados como exemplares inaptos para a criação, pelo caráter recessivo que demonstram e que pode passar a ser dominante nos filhos, se forem acasalados com exemplares que, potencialmente, tenham este defeito. As manchas pequenas na cabeça não são motivo de desqualificação, mas entre dois exemplares equivalentes, o desempate será pelo exemplar que mais se aproxime do completamente branco. Por outro lado, qualquer mancha no tronco é motivo de desqualificação). (5)Há uma característica que aparece normalmente nos Dogos que comumente chamamos de Lunares e que são normais desde de que não seja em demasiada quantidade.

Desqualificações

  • Olhos de cores desiguais.
  • Surdez.
  • Manchas no corpo.
  • Pelo longo.
  • Trufa branca ou muito manchada (despigmentada).
  • Prognatismo inferior ou superior.
  • Lábio muito pendente.
  • Cabeça afilada
  • Orelhas inteiras (não operadas).
  • Altura inferior a 60 centímetros
  • Mais de uma mancha na cabeça.
  • Toda e qualquer desproporção física.

Problemas comuns à raça

  • Displasia coxo-femural,
  • Prognatismo,
  • Dermatites,
  • Surdez congênita.
Obtida de "http://pt.wikipedia.org/wiki/Dogo_argentino"

Nomes sugeridos: alaska, duquesa, Fidel, lele, shara, Shayla
Pets no site::
Canis/Criadores/Petshops::

CRIADERO GUERRERO BLANCO (Ver mais Detalhes) ( 5350 hits )
CRIAÇÃO ESPECIALIZADA EM DOGOS ARGENTINOS.
SÓMENTE OS VERDADEIROS DOGOS ARGENTINOS, FILHOS E NETOS DE CAMPEÕES CONSAGRADOS. TODOS COM PEDIGREES CONFIAVEIS E ANIMAIS MICROCHIPADOS.


Telefones : 4823.7918