C?o do Dia & Cia

Sorocaba, Terça, 17 de Outubro de 2017

Aqui todo Pet é especial!
Pet do Dia
Envie a foto de seu Pet
Pet procura Amor e Carinho
Feiras de Animais e Eventos
Sugestões para nomes de filhotes de Cão
Lista de Pet-Shops, Veterinários, Canis, Hoteis para cães, Canis, ONGs e outros
Tire suas dúvidas com os profissionais cadastrados no site
Artigos sobre Animais
Guia de Raças de Cães
Fotos dos Pets Anteriores
Verifique aqui os pets que se perderam de seus donos
Pet a procura de namoro
Classificados de Empregos (Vagas e Candidatos)
Classificados para Compra/Venda/Doações

Cão do Dia & Cia . Artigos

Listar todos os artigos
Artigo

Gestação, Parto e Primeiros dias

Autor/Publicador VetHC - Clínica Veterinária e Atendimento Domiciliar
Data 2008-06-10 17:09:12

O ideal é fazer um exame radiográfico (raio x) para saber exatamente quantos filhotes esperar. Esse exame deve ser feito após 30 dias da cobertura,
pelo menos.
Uma ultrassonografia ajuda a visualizar as condições dos filhotes ainda no útero, mas não é eficaz para contá-los.
Os sinais da proximidade da hora do parto são inquietação, respiração ofegante e comportamento de "calor". Pode haver perda de líquido algumas
horas antes do parto.
O tempo normal entre o nascimento de um filhote e outro é de até 4 horas. Se passar disso, procure um veterinário com urgência.
Não é recomendado levar a cadela para parir numa clínica. Além de ser contaminado (devido à grande circulação de animais doentes), não é o ambiente ao
qual ela está acostumada, e o estresse causado por isso pode interferir no processo natural do parto.
Deixe panos limpos, uma casinha ou caminha confortável e deixe que ela fique tranquila e à vontade. Fique atento a todos os sinais. Qualquer fato que
chame a atenção deve ser imediatamente comunicado ao veterinário.
Recomendo que o veterinário que acompanha a gestação seja avisado do parto, para eventuais intercorrências. Tenha à mão o telefone de uma clínica 24h,
do disk taxi e, se possível, do taxi dog.
Para os filhotes nascerem, ela fica em posição de "fazendo cocô". Normalmente os filhotes caem no chão, a mãe pega com a boca, leva para a cama, limpa
e coloca para mamar. Ela mesma corta o cordão umbilical. Você pode ajudá-la caso ela tenha dificuldade, cortando o cordão a pelo menos 3cm da barriguinha.
Se for preciso, limpe o focinho dos filhotes com um pano limpo. Deixe a mãe limpar o corpo do filhote, pois é estímulo para ele começar a respirar.
Algumas cadelas não sabem o que fazer, geralmente nas primeiras crias. É recomendado ajudar, estimulando para que a própria mãe limpe seus filhos.
A cadela come as placentas (cada filhote tem uma) e o útero verdino (uma massa verde q sai junto com a placenta, após o nascimento do filhote).
É normal e isso vai dar suporte nutricional para o início da amamentação, onde a mãe não sai de perto dos filhotes nem para comer. Não é preciso se
preocupar se a cadela não comer por uns dias, a menos que apresente alguma outra alteração.
É normal haver um pequeno sangramento após o parto, mas caso haja sangue vivo e em grande quantidade, chame um veterinário com urgência.
Continue oferecendo ração de filhote para a mãe e os bebês. Com aproximadamente 30 dias eles já começarão a comer ração junto com a mãe, e continuarão
mamando até os 45 dias. Você pode oferecer papinha desmame a partir dos 25 dias. Essas papinhas estão disponíveis no mercado, de diversas marcas. Uma
opção é oferecer ração de filhote umedecida com água morna. Evite dar leite, pois a quantidade de lactose presente no leite de vaca pode causar irritação
na mucosa instestinal dos filhotes. Não deixe a comida por muito tempo à disposição, pois fermenta e pode fazer mal aos bebês. Apesar de eles fazerem muita bagunça com a água, e quase
não ingerirem quantidades significativas, é importante deixar à disposição água limpa.
A mãe limpa o xixi e o cocô dos filhotes. No começo, o ato de lamber os bebês, não é só para limpar, é para estimular a micção e defecação. Com
aproximadamente 20 dias, ela passa a não limpar totalmente, pois os filhotes começam a rastejar para longe dela. Essa é a fase onde dão mais trabalho, pois
sujam uma grande área. É super importante manter o ambiente muito limpo, principalmente nessa fase.
Após o nascimento, é conveniente que a mãe e a ninhada sejam avaliadas por um veterinário, que também indicará o melhor esquema de vermifugação e
vacinação.